EDITORIAL

  • Samuel Vinente Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)
  • Maria do Perpétuo Socorro Duarte Marques Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

Resumo

Pesquisa e Prática em Educação Inclusiva é o primeiro periódico científico do Amazonas e da Região Norte, voltado para a disseminação do conhecimento na área da Educação Inclusiva. Desde a primeira edição contamos com o apoio interno da Pró-Reitoria de Inovação Tecnológica (PROTEC), da Pró-Reitoria de Extensão (PROEXTI), da Editora da Universidade Federal do Amazonas (EDUA), da Faculdade de Educação (FACED) e o apoio externo do Programa de Pós-Graduação em Educação Especial da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).


A publicação da segunda edição de uma revista sobre inclusão escolar aponta um desafio para o fortalecimento do ideário de Educação Inclusiva. O conceito de Educação Inclusiva definido na atual Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva (PNEEP-EI) fundamenta essa proposta enquanto paradigma educacional emergente, um conceito em construção e propaga a ideia de que a educação é direito de todos.


Aos interessados em submeter textos ao periódico, mais uma vez reiteramos que a Revista Pesquisa e Prática em Educação Inclusiva recebe não apenas trabalhos relacionados à Educação Especial, mas também textos que abarquem temas como Alfabetização, Diversidade, Educação de Jovens e Adultos, Política Educacional, Formação de Professores, Educação do Campo, Educação Escolar Indígena, Educação para as Relações Étnico-Raciais, Direitos Humanos e outros correlatos à educação.


Nessa segunda edição do volume, a revista Pesquisa e Prática em Educação Inclusiva traz uma revisão de literatura, seis relatos de pesquisa e três relatos de experiência. Os textos foram submetidos por pesquisadores de renomadas instituições, das quais podemos elencar: Prefeitura Municipal de São Carlos (SP); Instituto Federal Baiano (IFBA); Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU/SP); Centro Universitário do Norte (UNINORTE/AM); Universidade Federal do Amazonas (UFAM); Universidade Federal de Rondônia (UNIR); Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); Universidade Federal de São Carlos (UFSCar); Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP) e; Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM).


Ao comemorar o lançamento de mais essa edição agradecemos ao Comitê Editorial pelo apoio na edição da revista e aos quarenta consultores Ad Hoc das diversas instituições desse país que colaboraram com a qualidade dos textos publicados nesse volume. Posteriormente esperamos acrescentar novos pesquisadores ao quadro dos avaliadores e inserir em nossa equipe editorial pesquisadores estrangeiros, visando alavancar a qualidade do periódico.


Como desafios reassumimos o desafio de manter a periodicidade semestral da revista. Dessa forma, a partir de 2019, a edição referente ao primeiro semestre será publicada em janeiro e a edição referente ao segundo semestre será publicada em julho. Considerando o grande número de manuscritos submetidos, não descartamos a possibilidade da publicação de uma edição especial.


Outra novidade prevista para os próximos volumes diz respeito à organização de dossiês temáticos. Considerando que o período possui caráter interdisciplinar por abranger inúmeros temas relativos à educação, serão convidados pesquisadores de outras instituições para organizarem dossiês temáticos. A adoção dessa iniciativa possibilitará maior participação de pesquisadores na submissão dos textos quanto na avaliação das propostas, o que descentralizará essas decisões que atualmente cabem apenas ao Conselho Editorial.


Destacamos também a meta de indexar a revista ainda em 2019 em três bases de dados nacionais e internacionais, visando qualificá-la para a obtenção de melhores dados na avaliação a ser realizada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Por fim, desejamos que os textos apresentados nessa edição possam suscitar outros trabalhos que possam contribuir com a produção científica em Educação Inclusiva e fomentar amplo espaço de debate e avanço na área.


Boa leitura!


Manaus, 13 de janeiro de 2019.


 


Os Editores

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal do Amazonas (2014) e Mestrado em Educação Especial (Educação do Indivíduo Especial) pela Universidade Federal de São Carlos (2017). Atualmente é doutorando em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e Técnico em Assuntos Educacionais da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre a Escolarização da Pessoa com Deficiência (GEPEPD-UFSCar). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Especial, atuando principalmente nos seguintes temas: Políticas públicas e Legislação educacional.

 

Publicado
2019-01-14
Como Citar
VINENTE, Samuel; DUARTE MARQUES, Maria do Perpétuo Socorro. EDITORIAL. Pesquisa e Prática em Educação Inclusiva, [S.l.], v. 1, n. 2, p. 181-182, jan. 2019. ISSN 2595-1920. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/educacaoInclusiva/article/view/5205>. Acesso em: 18 jan. 2019.

Artigos mais lidos do mesmo autor

Obs.: Este plugin requer ao menos um plugin ou relatório de estatísticas para funcionar. Se seus plugins de estatísticas trabalham com mais de uma métrica, por favor selecione uma métrica principal na página de configuração disponível no painel do Administrador e/ou do Gerente do portal.