AS PRÁTICAS INCLUSIVAS NO CONTEXTO DAS OBSERVAÇÕES DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS EM PEDAGOGIA

  • Ketlis Lima da Silva Universidade Federal do Amazonas

Resumo

O presente artigo apresenta dados identificados em três escolas lócus para os Estágios Supervisionados I, II e III, no curso de Pedagogia da UFAM, referentes à inclusão de educandos público-alvo da Educação Especial. Para o embasamento da investigação, torna-se necessário o levantamento bibliográfico e documental para a compreensão de conceitos, objetivos e demais concepções referentes à inclusão escolar e seus serviços, bem como a garantia dessa inclusão em documentos legais. A coleta de dados no campo da investigação aconteceu mediante a verificação do quantitativo de alunos público-alvo da Educação Especial, da existência do Atendimento Educacional Especializado (AEE), da formação dos professores tanto do AEE quanto das classes comuns, das adaptações dos currículos e planejamentos e demais informações necessárias para a realização da inclusão escolar. A partir da coleta dos dados, é possível fazer a análise dos dados com base nos levantamentos teóricos realizados. Dessa forma, o estudo pretende verificar na prática a existência dos mecanismos de inclusão apontados na teoria por documentos legais e por autores referenciais dentro da temática. Portanto, compreendendo a relevância da investigação para a discussão das práticas inclusivas em escolas da rede pública, bem como as dificuldades encontradas para a inclusão seja de fato concretizada.

 

Publicado
2019-06-28