EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO CURSO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: ESTRATÉGIAS, RECURSOS E MATERIAIS DIDÁTICOS NO ENSINO DE MATEMÁTICA PARA ESTUDANTES DA EDUCAÇÃO BÁSICA COM DEFICIÊNCIA VISUAL

  • Marcia Rosa Uliana Universidade Federal de Rondônia
  • Eliana Alves Pereira Leite Universidade Federal de Rondônia

Resumo

O presente relato refere-se ao curso de extensão universitária de 30 horas que foi realizado na Fundação Universidade Federal de Rondônia – UNIR, Campus de Ji-Paraná, entre os meses de outubro de 2016 e fevereiro de 2017. As ações foram organizadas da seguinte forma: Encontros periódicos; Planejamento e confecção de materiais didáticos para o ensino de Matemática para estudante com deficiência visual; Testagem dos materiais desenvolvidos com estudantes com deficiência visual; Orientação na elaboração de um artigo científico decorrente da experiência vivenciada. O curso teve por objetivo possibilitar a professores e futuros professores de Matemática discutir e refletir sobre a inclusão de estudantes com deficiência visual (baixa visão e cegos) na Educação Básica e desenvolver/confeccionar materiais didáticos para atender as demandas educacionais desse grupo de estudantes. Participaram 13 acadêmicos do Curso de Licenciatura em Matemática da UNIR, Campus de Ji-Paraná, e 2 professores de Matemática da Educação Básica que atuam em escolas estaduais da referida cidade. Dentre as contribuições do curso, destacam-se as reflexões e a instrumentalização de como ensinar Matemática a estudantes com deficiência visual, oportunizando a construção de novos conhecimentos sobre o fazer pedagógico de forma que atenda a diversidade humana na Educação Básica.


 

Referências

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Conselho Pleno. Resolução 02/2015. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Brasília: MEC/CNE/CP, 2015.
DICKMAN, A. G; FERREIRA, A. C. Ensino e aprendizagem de Física a estudantes com deficiência visual: desafios e perspectivas. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, São Paulo; v. 8, n.2, 2008. Disponível em: . Acesso em: 20 de mar. 2014.
DUEK, V. P. Educação Inclusiva e Formação Continuada: Contribuições dos casos de ensino para o processo de aprendizagem e desenvolvimento profissional de professores. 2011.333p. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Programa de Pós-Graduação em Educação. Disponível em:< http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/bitstream/1/10374/1/VivianePD_TESE.pdf>. Acesso em: 12 mar. 2017.
FERNANDES, S. H. A; HEALY, L. A inclusão de alunos cegos nas aulas de matemática: explorando área, perímetro e volume através do tato. Bolema: Boletim de Educação Matemática, Rio Claro, v. 23, n. 37, p. 1111-1135, dez. 2010.
FERREIRA, G. L. O Design colaborativo de uma ferramenta para representação de gráfico por aprendizes sem acuidade visual. 2006.108f. Dissertação (Mestrado) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática.
IMBERNÓN, F. Formação Docente e Profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 9. ed. São Paulo: Cortez, 2011.
______. Formação permanente do professorado: novas tendências. Tradução Sandra Trabucco Valenzuela. São Paulo: Cortez, 2009.
LEITE, E. A. P. Formação inicial e base de conhecimento para o ensino de Matemática na perspectiva de professores iniciantes da Educação Básica. 2016. 269f. Tese (Doutorado em Educação) – Centro de Educação e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos.
MITTLER, P. J. Educação inclusiva: contextos sociais. Porto Alegre: Artmed, 2003. (Biblioteca Artmed. Educação inclusiva).
MENEZES, M. A. Formação de Professores de alunos com necessidades educacionais especiais no ensino regular. 2008, 250p. Tese (Doutorado) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Programa de Pós-Graduação em Educação (Currículo). Disponível em: . Acesso em: 10 mai. 2017.
MIZUKAMI, M. G. N. Aprendizagem da docência: conhecimento específico, contextos e práticas pedagógicas. In: NACARATO, A. M. A formação do professor que ensina Matemática: perspectivas e pesquisas. Belo Horizonte: Autêntica, 2008. p. 213-231.
MIZUKAMI, M. G. N.; REALI, A. M. M. R.; REYES, C. R.; MARTUCCI, E. M.; LIMA, E. F.; TANCREDI, R. M. S. P.; MELLO, R. R. Escola e aprendizagem da docência: processos de investigação e formação. 2. ed. São Carlos: EdUFSCar, 2010.
NÓVOA, A. Profissão: docente.Agosto/2011. Disponível em: .Acesso em: 05 mar. 2015.
PANSINI, F; MATOS, M. A. de S. “Tapando o sol com a peneira”: inclusão escolar no Estado de Rondônia. In:VI Congresso brasileiro de Educação Especial e IX Encontro Nacional dos Pesquisadores da Educação Especial, 11, 2014, São Carlos.Anais...São Carlos: Disponível em: Acesso em: 02 jan. 2015.
PASSOS, C. L. B.; NACARATO, A. M.; FIORENTINI, D.; MISKULIN, R. G. S.; GRANDO, R. C.; GAMA, R. P.; MEGID, M. A. B. A.; FREITAS, M. T. M.; MELO, M. V. de. Desenvolvimento profissional do professor que ensina Matemática: uma meta-análise de estudos brasileiros. Revista Quadrante, Lisboa, v. 15, n. 1 e 2, p. 193-219, 2006. Disponível em: . Acesso em: set. 2015.
SERRAZINA, M. L. M. Conhecimento matemático para ensinar: papel da planificação e da reflexão na formação de professores. Revista Eletrônica de Educação, São Carlos, v. 6, n. 1, p. 266-283, maio 2012. Disponível em: . Acesso em: jan. 2017.
SILVA, L. G.dos S. Estratégias de ensino utilizadas, também, com um estudante cego, em classe regular. In: MARTINS, Lúcia de Araújo Ramos et al (Org.). Inclusão: compartilhando saberes. 4 ed. Petrópolis: Vozes, 2010. p. 149 -161.
TARDIF, M. Saberes Docentes e Formação Profissional. 14 ed. Petrópolis: Vozes, 2012.
ULIANA, M. R. Formação de professores de Matemática, Física e Química na perspectiva da inclusão de estudantes com deficiência visual: análise de uma intervenção realizada em Rondônia. 2015. 314f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Mato Grosso, Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática. Programa de Pós- Graduação em Ensino de Ciências e Matemática, Cuiabá, 2015.
______. MÓL, G. de S. Educação inclusiva e a legislação educacional, 2014. In:VI Congresso brasileiro de Educação Especial e IX Encontro Nacional dos Pesquisadores da Educação Especial, 11, 2014, São Carlos .Anais...São Carlos: Disponível em: Acesso em: 02 jan. 2015.
URZÊDA, M. O. M. As políticas de Formação de professores para inclusão na perspectiva da diversidade social. 2012.118 f. Dissertação (Mestrado) –Universidade Católica de Gois, Programa de Pesquisa
Publicado
2019-01-14
Como Citar
ULIANA, Marcia Rosa; LEITE, Eliana Alves Pereira. EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO CURSO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: ESTRATÉGIAS, RECURSOS E MATERIAIS DIDÁTICOS NO ENSINO DE MATEMÁTICA PARA ESTUDANTES DA EDUCAÇÃO BÁSICA COM DEFICIÊNCIA VISUAL. Pesquisa e Prática em Educação Inclusiva, [S.l.], v. 1, n. 2, p. 297-311, jan. 2019. ISSN 2595-1920. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/educacaoInclusiva/article/view/4216>. Acesso em: 21 mar. 2019.

Artigos mais lidos do mesmo autor

Obs.: Este plugin requer ao menos um plugin ou relatório de estatísticas para funcionar. Se seus plugins de estatísticas trabalham com mais de uma métrica, por favor selecione uma métrica principal na página de configuração disponível no painel do Administrador e/ou do Gerente do portal.