O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto está em espaço entrelinhas 1,5 (exceto resumo, abstract, citações e referências - espaço simples) ; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.

Diretrizes para Autores

O periódico Pesquisa e Prática em Educação Inclusiva possui periodicidade semestral, sendo disponível on-line. Organizada por pesquisadores da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), é destinada à veiculação de trabalhos inéditos, na forma de artigos, resenhas e relatos de experiências, visando assim à difusão de conhecimentos científicos em Educação inclusiva, resultados de pesquisas produzidas em universidades, centros e grupos de pesquisa.

1. Os artigos devem ser enviados eletronicamente pelo endereço:  http://periodicos.ufam.edu.br/educacaoInclusiva/index

2. A publicação dos trabalhos está condicionada a pareceres de membros do Conselho Editorial e colaboradores convidados, garantido o anonimato de autores e pareceristas no processo de avaliação. Será encaminhada ao autor(a) uma resposta de aceitação, possíveis sugestões de modificações ou recusa do artigo. Eventuais sugestões de modificação de estrutura ou conteúdo, por parte da Editoria, serão previamente acordados com os autores. Não serão admitidos acréscimos ou modificações depois que os textos forem entregues para composição.

3. Os artigos serão avaliados de acordo com os seguintes critérios: qualidade e rigor dos argumentos apresentados, validade dos dados apresentados, oportunidade e relevância do artigo para a discussão de problemas da sua área de pesquisa, atualidade e adequação das referências contidas no trabalho.

Normas técnicas e preparação dos originais

4. Os trabalhos deverão ser redigidos em português, inglês ou espanhol.

5. O título, o resumo e as palavras-chave devem ser escritos no idioma do artigo, e também em inglês e/ou espanhol (Title/ Abstract/Keywords).

6. O trabalho não deve conter o nome do(a) autor(a). O(a) autor(a) deverá cadastrar-se e informar os dados solicitados eletronicamente. É imprescindível que o(a) autor(a), no momento do cadastro, informe sua titulação e seu vínculo institucional.

7. Os textos deverão ser escritos em fonte Times New Roman, corpo 12, recuo de início de parágrafo de 2 cm, alinhamento justificado, espaçamento entrelinhas 1,5.

8. Os artigos e relatos de experiência deverão ter no mínimo 10 laudas e no máximo 20 laudas. Sua organização deve apresentar a sequência abaixo. Os trabalhos que não apresentarem a formatação indicada e a sequência a seguir serão devolvidos aos autores.

Título em português, negrito, caixa alta, alinhamento justificado, espaçamento entrelinhas 1,5;

• Título em inglês, letra tamanho 12, itálico, caixa alta, alinhamento justificado, espaçamento entrelinhas 1,5;

Resumo em português, contendo entre 100 e 200 palavras, espaçamento entrelinhas 1,0. O resumo deve conter objetivos, metodologia e resultados.

Palavras-Chave: três palavras-chave separadas por ponto.

Abstract, contendo entre 100 e 200 palavras, espaçamento entrelinhas 1,0;

Keywords: três palavras-chave separadas por ponto.

Introdução

Desenvolvimento do Trabalho: os subtítulos devem ter alinhamento justificado e caixa alta. (No caso de artigos de pesquisas sugere-se manter o desenvolvimento em Método e Resultados/Discussões)

Considerações Finais

Referências

• Agradecimentos (opcional)

9.  As resenhas deverão ter de 03 a 05 laudas. Serão aceitas para apreciação resenhas de livros publicados recentemente no Brasil ou no exterior. Sua organização deve apresentar a sequência: referências completas do livro e texto.

10.  Seguir as normas da ABNT para a elaboração de citações:

As citações diretas (até três linhas) serão integradas no parágrafo, com aspas e seguidas pelo sobrenome do autor, ano de publicação e página(s) do texto citado.

Ex: Conforme Moraes (2001, p. 34) ou (MORAES, 2001, p. 34).

As citações de mais de três linhas serão destacadas do texto em parágrafo especial e endentadas (recuo de 4 cm da margem esquerda), sem aspas e fonte 10. 

As citações indiretas devem ser indicadas por sobrenome do autor e ano da publicação. Ex. (MORAES, 2001) ou Conforme Moraes (2001)...

11. Seguir as normas da ABNT para elaboração das referências:

• Utilizar o sistema autor-data e colocar as referências em ordem alfabética.

• Os itens em destaque devem estar em itálico.

• Os trabalhos que não seguirem as normas corretamente serão devolvidos aos autores. Exemplos:

Livro: 

GOMES, L. G. F. F. Novela e sociedade no Brasil. Niterói: EdUFF, 1998

Capítulo de livro:

ROMANO, G. Imagens da juventude na era moderna. In: LEVI, G.; SCHMIDT, J. (Org.). História dos jovens 2. São Paulo: Companhia das Letras, 1996. p. 7-16.

Artigo em periódico:

PINTO, J. M. de R. Federalismo, descentralização e planejamento da educação: desafio aos municípios. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 44, n. 153, p. 624-644, jul./set. 2014.

Legislação:

BRASIL. Lei n. 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências. Diário Oficial da União, Seção 1, Edição Extra, 26 de junho de 2014.

Trabalho em anais de evento:

BRAYNER, A. R. A.; MEDEIROS, C. B. Incorporação do tempo em SGBD orientado a objetos. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE BANCO DE DADOS, 9., 1994, São Paulo. Anais... São Paulo: USP, 1994. p. 16-29.

12. As palavras estrangeiras devem ser grafadas em itálico e sem aspas.

13. As notas devem ser reduzidas ao mínimo necessário, numeradas consecutivamente e colocadas no rodapé da página.

14. Imagens, gráficos, mapas, tabelas e quadros devem conter título, fonte e numeração, bem como apresentar boas condições para reprodução e impressão.

15. Os textos deverão ser enviados à Revista Pesquisa e Prática em Educação Inclusiva após passarem por rigorosa revisão ortográfica. Os textos que apresentarem problemas ortográficos serão devolvidos aos autores.

16. A Revista Pesquisa e Prática em Educação Inclusiva não assume responsabilidade por conceitos emitidos pelos autores e pela exatidão das referências bibliográficas utilizadas. O envio espontâneo de qualquer colaboração implica automaticamente a cessão integral dos direitos autorais à Revista.

17. É vedada a reprodução dos trabalhos em outras publicações ou sua tradução para outro idioma sem a autorização do Conselho Editorial.

18. O artigo submetido à Revista Pesquisa e Prática em Educação Inclusiva não deverá ser enviado concomitantemente a outros periódicos.