A SUBJETIVIDADE E OS DESAFIOS DO TRATAMENTO INFORMACIONAL: INFLUÊNCIA NO PROCESSO DE CATALOGAÇAO E IMPLICAÇÕES NA RECUPERAÇÃO DA INFORMAÇÃO EM AMBIENTES DIGITAIS

Eliane Pawlowski Oliveira Araujo, Claudio Paixão Anastácio de Paula

Resumo


No âmbito das Bibliotecas a recuperação da informação é um dos aspectos mais importantes decorrentes do tratamento da informação que tem implícita as tarefas relacionadas à classificação, catalogação, indexação, dentre outras. Destas, a análise de assunto se destaca no tocante à recuperação de informação em ambientes digitais por apresentar o desafio da atribuição de termos que representem fielmente o documento objeto de sua investigação. A proposta deste trabalho é apresentar o resultado parcial da pesquisa realizada com o objetivo de investigar, por meio da via simbólico-afetiva, os comportamentos informacionais envolvidos na atividade de análise de assunto executada na catalogação. A motivação baseou-se no aspecto relacionado à qualidade da recuperação da informação pelos usuários e na identificação dos aspectos subjetivos que permeiam a execução desta atividade pelo bibliotecário. Utilizou-se como base teórica a Abordagem Clínica da Informação e métodos de suporte, em especial, o Teste Arquetípico de Nove Elementos – AT-9. Os resultados obtidos possibilitaram compreender como a subjetividade se integra às competências individuais para influenciar o tratamento informacional.

Palavras-chave


Tratamento da Informação. Análise de Assunto. Subjetividade. Dimensões simbólico-afetivas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2359-6058