RELATO DA REVITALIZAÇÃO DE UMA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA

Clélia Junko Kinzu Dimário, Bernadete de Lourdes da Costa Barbosa Figueiredo Filho, Cibele Cristina David Baldan, Eliana de Cássia Aquareli Cordeiro, Wilneide do Carmo Marchi Maiorano, Fábio Boracini da Silva

Resumo


O presente artigo visa compartilhar experiências das ações desenvolvidas no Serviço de Biblioteca e Informação do Instituto de Química de São Carlos e demonstrar como a mudança para uma nova postura de gestão pode transformar a biblioteca universitária em um espaço de socialização da vida acadêmica, com ambientes e recursos que favoreçam a criação do conhecimento e o apoio ao processo de ensino-aprendizagem. O conhecimento do modelo CRAI e a análise de seus conceitos, confirmou que os objetivos da equipe coincidiam com as propostas descritas, das quais muitas já haviam sido implantadas nesta biblioteca. Esta iniciativa foi fundamental para a visualização e o planejamento do que ainda pode ser implementado. A biblioteca que conseguir adotar uma postura proativa e dinâmica dará um passo à frente na inovação e nas mudanças necessárias, fazendo renascer assim, seu real sentido de existir e ser valorizada pela sua Instituição e toda a comunidade.

Palavras-chave


Biblioteca Universitária, Modelo CRAI, Inovação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2359-6058