O USO DE APLICATIVOS DE SAÚDE PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS COMO FONTES DE INFORMAÇÃO E EDUCAÇÃO EM SAÚDE

Ana Rachel Fonseca, Maria Simone de Menezes Alencar

Resumo


O artigo propõe que a biblioteca universitária seja utilizada como um espaço de ensino e incentivo ao uso de dispositivos móveis como auxílio educativo. Visto que tablets e principalmente smartphones têm sido mais utilizados que o próprio computador pessoal, trabalharemos assim o conceito de aprendizagem móvel e suas possíveis aplicações dentro do espaço físico da biblioteca. Na realidade de uma biblioteca universitária que tem como público-alvo alunos da área de saúde e, principalmente de Medicina, focaremos nos aplicativos de saúde como fontes de informação, comunicação e educação. O bibliotecário deve assumir então o papel de mediador e facilitador no uso destas novíssimas e emergentes tecnologias.

Palavras-chave


aprendizagem móvel; dispositivos móveis; aplicativos; competência informacional; informação em saúde; bibliotecário médico

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2359-6058