CONSIDERAÇÕES SOBRE A IMPORTÂNCIA DE UMA POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO EM BIBLIOTECAS

Bruno Pacheco Coelho Leite

Resumo


Esse artigo traz os conceitos de Engenharia Social, as estratégias de ataques utilizadas pelos engenheiros sociais e os tipos de ameaças e vulnerabilidades que podem ser exploradas por esses indivíduos. Além disso, relata quais ações são necessárias para o estabelecimento de uma segurança da informação efetiva. Detalha o que vem a ser uma Política de Segurança da Informação e os procedimentos necessários para dar ciência aos funcionários sobre a sua existência. Apresenta um estudo de caso sobre a Política de Segurança da Informação nas bibliotecas do Instituto Federal do Espírito Santo. Informa sobre as melhores maneiras para prevenir possíveis perdas, danos e destruição das informações presentes nessas unidades de informação. Os procedimentos utilizados para este estudo se alicerçam na realização de pesquisa bibliográfica constituída por livros e artigos científicos pertinentes ao tema proposto. Assim, busca analisar os efeitos de uma Política de Segurança da Informação nas Bibliotecas do referido instituto, destacando-se os aspectos ligados a fatores humanos. Além disso, a pesquisa teve como objetivos específicos levantar informações sobre a engenharia social, identificar os tipos de ameaças e vulnerabilidades que contribuem para a ação dos engenheiros sociais nessas bibliotecas e apresentar os propósitos de uma Política de Segurança da Informação. Os resultados obtidos a partir desse estudo poderão ser úteis para bibliotecas que apresentam características semelhantes e estão inseridas em instituições com realidades similares.

Palavras-chave


Segurança da informação; Engenharia social; Bibliotecas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2359-6058