AS MÍDIAS SOCIAIS NAS BIBLIOTECAS DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS DO CEARÁ E DO AMAZONAS

  • Aurineide Alves Braga UNIR/UPorto
  • Ana Roberta Sousa Mota UFPB
  • Jacqueline Aparecida Souza UFRN/UPorto
  • Fernando Bittencourt dos Santos UFS

Resumo

O advento das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), sobretudo a internet, proporcionou a construção de um novo ambiente infocomunicacional caracterizado por transformações sociais e culturais relacionadas ao acesso, disseminação, produção, consumo e uso dos meios de comunicação. Consequentemente, com uso das ferramentas web 2.0, como blogs, facebook, twitter, youtube, potencializou a cultura de convergência, conceituada por Henry Jenkins a partir do fluxo de conteúdos entre várias plataformas digitais e o cruzamento de múltiplas mídias. Neste cenário, no qual surgem novas práticas sociais digitais, questiona-se: as bibliotecas das universidades federais do Ceará e do Amazonas utilizam as mídias sociais para se adaptar e modificar suas práticas comunicacionais? O objetivo deste estudo foi verificar de que forma são adotadas as mídias sociais nas bibliotecas e, especificamente, identificar quais redes sociais são utilizadas e como são convergentes. Para sua realização, procedeu-se uma revisão bibliográfica em fontes convencionais e eletrônicas, assim como uma breve análise dos websites das referidas instituições. Dessa forma, constatou-se o uso recente de redes sociais, contemplando diferentes mídias, com distintos dispositivos de acesso. Verifica-se a necessidade de ampliar estudos nesta temática, que contemplem o compartilhamento e interatividade entre as bibliotecas universitárias e seus usuários.
Como Citar
BRAGA, Aurineide Alves et al. AS MÍDIAS SOCIAIS NAS BIBLIOTECAS DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS DO CEARÁ E DO AMAZONAS. Anais do SNBU, [S.l.], 2016. ISSN 2359-6058. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/anaissnbu/article/view/3190>. Acesso em: 23 nov. 2017.

Palavras-chave

Bibliotecas universitárias. Mídias sociais. Cultura de convergência. Web 2.0.