A BIBLIOTECA E AS ESTRATÉGIAS OPEN ACCESS: A INTERATIVIDADE NA COLABORAÇÃO CIENTÍFICA

Gesialdo Silva do Nascimento

Resumo


Esse texto aborda o relato de experiência obtido durante o processo de pesquisa de campo realizado na Universidade de São Paulo (USP) e analisa as técnicas de implementação das estratégias Open Access (OA) nas rotinas desta instituição, que tem a importante participação do Sistema Integrado de Bibliotecas da Universidade de São Paulo (SIBiUSP) e na criação deste ecossistema de comunicação, em que as multiplataformas são utilizadas para garantir o acesso à produção intelectual da organização através das tecnologias de informação e comunicação. Essas técnicas são utilizadas para garantir a interatividade na colaboração científica através da formação de comunidades virtuais, apoio às disciplinas e disponibilização de toda a produção acadêmica, que ganha potencialidade no virtual. As metodologias utilizadas para análise deste processo são o estudo de caso, análise do discurso e a empiria. Assim apresentamos o momento histórico vivido na cibercultura onde os processos são reconstruídos com a ajuda das tecnologias e proporcionam a participação de vários agentes na interatividade e na colaboração científica.

Palavras-chave


Cibercultura 1. Hibridismo cultural 2. Comunicação científica 3. Pesquisa científica 4. Redes de colaboração 5.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2359-6058