O CURRÍCULO DE LINGUAGENS NA EDUCAÇÃO ESCOLAR MUNDURUKU: ESTRATÉGIAS DE PLANEJAMENTO

  • Ytanaje Coelho Cardoso Universidade do Estado do Amazons

Resumo

O objetivo deste texto é apontar possíveis caminhos para a construção e aprimoramento do currículo de linguagens da educação escolar munduruku, uma vez que ainda não há qualquer investigação que vise adequar teorias às práticas educacionais dos munduruku do Amazonas. Quanto às propostas teóricas, investimos no interacionismo discursivo de vertente bakhtiniana, de maneira a entendermos a complexidade dialógica dos enunciados produzidos nos mais diversos campos da atividade enunciativa, em especial no campo acadêmico. A metodologia se assenta na pesquisa bibliográfica e de campo, cujo local de observação foi a Escola Estadual Indígena Ester Caldeira Cardoso, localizada na aldeia Kwatá. Foi nessa escola que realizamos a coleta de dados, sendo que o principal documento obtido foi o Projeto Político Pedagógico, ainda em construção. Outro documento importante a que tivemos acesso foi a Matriz Curricular Intercultural de Referência para o Ensino Fundamental e Ensino Médio para as Escolas Indígenas do Estado do Amazonas, que passou a ter validade em 2014. Portanto, é com base nesses documentos que faremos um levantamento preliminar dos trabalhos acadêmicos e didático-pedagógicos que podem ser reorientados enquanto materiais adequados aos estudantes de Ensino Fundamental e de Ensino Médio. Consideramos que esse levantamento é a fase inicial do planejamento para a construção do currículo de linguagens, especificamente voltado para a educação escolar munduruku. É uma estratégia que, a nosso ver, pode desencadear uma série de reflexões sobre como converter a terminologia acadêmica em uma terminologia adequada ao processo de ensino-aprendizagem dos munduruku.


 Palavras-chave: currículo de linguagens; educação escolar munduruku; planejamento.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Mestre em Letras e Artes (2015-2017), pela Universidade do Estado do Amazonas. Graduação em Letras - Língua Portuguesa (2011-2014), pela Universidade do Estado do Amazonas. Possui experiência em Linguística, com ênfase na área de Línguas Indígenas, especificamente a língua munduruku. Também atua na linha da Etnolinguística e Análise de Discurso.

Publicado
2018-03-15
Como Citar
CARDOSO, Ytanaje Coelho. O CURRÍCULO DE LINGUAGENS NA EDUCAÇÃO ESCOLAR MUNDURUKU: ESTRATÉGIAS DE PLANEJAMENTO. Revista Amazônida: Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Amazonas, [S.l.], v. 2, n. 2, p. 04 - 30, mar. 2018. ISSN 2527-0141. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/amazonida/article/view/4342>. Acesso em: 21 out. 2018. doi: https://doi.org/10.29280/rappge.v2i2.4342.