Validação fisiológica da dosagem de metabólitos fecais de testosterona em suínos machos

  • Mayara Fonseca Ferreira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas - IFAM
  • Bárbara Migueis Nunes Universidade Federal de Pelotas - UFPel
  • Jonatas Maciel Claudio Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas - IFAM
  • Rodrigo de Souza Amaral Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas - IFAM

Resumo

O objetivo deste estudo foi realizar a validação fisiológica da dosagem dos metabólitos fecais de testosterona em suínos machos por meio de um desafio hormonal. Os três machos inteiros apresentaram um pico de metabólitos fecais de testosterona com valores hormonais aproximadamente 2x maiores que os níveis basais. Os picos hormonais ocorreram 2-3 dias após a estimulação hormonal, corroborando com o tempo de metabolismo e excreção da testosterona nessa espécie. O animal castrado apresentou níveis baixos de metabólitos fecais de testosterona durante todo o período experimental, não sendo responsivo ao desafio hormonal. O ensaio hormonal utilizado neste estudo foi capaz de refletir variações fisiológicas nos níveis de metabólitos fecais relacionados com as variações nos níveis de testosterona no sangue, tornando-se uma importante ferramenta para o monitoramento endócrino não-invasivo em suínos machos.
Publicado
2017-11-28
Como Citar
FERREIRA, Mayara Fonseca et al. Validação fisiológica da dosagem de metabólitos fecais de testosterona em suínos machos. Revista Científica de Avicultura e Suinocultura, [S.l.], v. 3, n. 1, nov. 2017. ISSN 2447-8466. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/RECAS/article/view/3728>. Acesso em: 21 out. 2018.
Seção
Suinocultura - Reprodução

Palavras-chave

andrógenos; cachaço; desafio hormonal; enzimaimunoensaio; reprodução