O FEMININO NOS CONTOS DE OSAMU DAZAI

  • Tatiana Cared Tavares Universidade Federal do Paraná

Resumo

Nesse artigo pretende-se analisar a representação do feminino nos contos Villon’s Wife (1947) e Schoolgirl (1939) do célebre Osamu Dazai. Autor do período moderno japonês, reconhecido pelo gênero Romance do Eu, um literato angustiado com a realidade do ser humano que se utiliza da visão crítica das narradoras, que têm de lidar com a pressão de preservar sua posição social perante as exigências sociais e aflições do futuro incerto, ao passo que as figuras masculinas não correspondem com as mesmas imposições político-sociais da modernidade.

Referências

ALVES, Leonardo Souza. MAVO: O Modernismo e a política no Japão do século XX. In: Vários Orientes. Edições Sobre Ontens/LAPHIS, Rio de Janeiro, 2017. Disponível em: https://books.google.com.br/books?id=klg6DwAAQBAJ&dq=modernismo+literatura+jap%C3%A3o&hl=pt-BR&source=gbs_navlinks_s> acesso em 19/10/2017.
BECKER, Boris; Um Estilo Literário Japonês: O Watakushi shosetsu. In: Recanto das Letras – Teoria Literária, 2015. Disponível em:
Caroline; Schoolgirl – Osamu Dazai | Japanese YA Novel Week. S.l.; s.n. 2011. Disponível em:< http://portrait-of-a-woman.blogspot.com.br/2011/12/schoolgirl-osamu-dazai-japanese-ya.html>
DAZAI, O. Schoolgirl. Tradução de Allison Markin Powell. One Peace Books Inc, New York, 2011.
DAZAI, Osamu. Villon’s Wife. Translated et Donald Keenb. 1947. Disponível em:< https://archive.org/details/VillonsWifeOsamuDazai>
太宰治『ヴィヨンの妻』(新潮社 1950年 ) disponível em:< http://www.aozora.gr.jp/cards/000035/files/2253_14908.html>
ISOTANI, Mina. ISOTANI, Mina. A Representação do Feminino: a construção identitária da mulher japonesa moderna. Tese de Pós-graduação em Teoria Literária e Literatura Comparada – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo. São Paulo, 2016. Disponível em:
KAWANA, Karen Kazue. Ficção e Realidade nas Obras de Dazai Osamu. Revista Estudos Japoneses, n. 33, pág. 35 – 44. 2013 Disponível em: < https://www.revistas.usp.br/ej/article/view/107415/105869>
KEENE, Donald. Modern Japanese Literature: From 1868 to the Present Day. P.398-414. Grove Press, New York, 1956.
LISBOA, Edimara; O Discurso Cinematográfico. In: À Pedra do Toque – Estudos de Comparatismo Filmoliterário. 2012. Disponível em: < http://aapedradetoque.blogspot.com.br/2012/11/o-discurso-cinematografico.html>
MILLER, J. Scott; Japanese Literature and theater BUNDAN. In: Historical dictionary of modern Japanese literature and theater. Editora Scarecrow Press Inc, Maryland, US, 2009. Disponível em: http://japan_literature.enacademic.com/35/BUNDAN
NAGAE, Neide Hissae; De Katai a Dazai: Apontamentos para uma morfologia do Romance do Eu. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP, São Paulo – SP, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8151/tde-14052007-151503/pt-br.php>
PEDRONI, Fabiana. Opacidade e Transparência: a relação sujeito/não-objeto. In: POÉTICAS DA CRIAÇÃO. Territórios, memórias e identidades, 2012, Vitória. Poéticas da Criação: Territórios, memórias e identidades. São Paulo: Intermeios, 2012. p. 81-85. Disponível em: https://notamanuscrita.com/2012/12/28/opacidade-e-transparencia-a-relacao-sujeitonao-objeto/
Publicado
2019-09-01
Como Citar
TAVARES, Tatiana Cared. O FEMININO NOS CONTOS DE OSAMU DAZAI. HON NO MUSHI - ESTUDOS MULTIDISCIPLINARES JAPONESES - ISSN 2526-3846, [S.l.], v. 4, n. 6, p. 78-99, set. 2019. ISSN 2526-3846. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/HonNoMushi/article/view/5513>. Acesso em: 13 nov. 2019.