LATIM: ONTEM, HOJE E SEMPRE

Resumo

Este artigo qualitativo de modalidade documental apresenta uma breve história da língua latina: origem, características, evolução, apogeu da língua, desdobramento em línguas neorromânicas e ao mesmo tempo a história do antigo povo romano: fundação, realeza, república e império afim de evidenciar a importância dos estudos latinos ontem, hoje e sempre. Destacamos também a importância e atualidade do Latim na contemporaneidade. Descrevemos uma visão ideal do Latim por meio dos programas acadêmicos propostos pelas políticas do ensino superior. Em contraste, o fato de ensinar o Latim apresenta muitos e variados problemas motivacionais, didáticos, gramaticais, linguísticos e literários. Objetivou-se, ao final dessa pesquisa, propor algumas possiblidades de caminho para o ensino-aprendizagem do Latim.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Mestre em Linguística Aplicada pela Universidade de Brasília; especialista em Docência Universitária pelo Instituto Científico de Ensino Superior e Pesquisa; graduado em Letras Licenciatura Plena - Português, Espanhol e Literaturas pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás. É membro do Núcleo de Estudos Críticos e Avançados em Linguagem - UnB/NECAL. É professor de Português e de Espanhol há mais de quinze anos. Participou em diversos congressos, publicou artigos com autores de renome nas revistas: SIPLE e DESEMPENHO. Viajou pelo Brasil e Chile para divulgar seu projeto de doutorado em Linguística intitulado: A Implantação da Licenciatura de Português como Língua Estrangeira no Chile. Nasceu em Santiago do Chile, tem 35 anos, mora no Brasil há 27 anos (Visto Permanente), reside em Brasília/Goiânia.

##submission.authorWithAffiliation##

Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Literatura da Universidade de Brasília (PósLIT/UnB), Mestre pela mesma instituição no Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada (PGLA/UnB) (2014), Especialista em Metodologia no Ensino de Língua Portuguesa e Estrangeira pelo Centro Universitário Internacional - UNINTER (2013), Licenciado em Letras - Língua Francesa e respectiva literatura pela Universidade de Brasília (2006) e em Pedagogia pela Faculdade de Ciências de Wenceslau Braz (FACIBRA) (2015). Supervisor Acadêmico na área de língua francesa do Programa Permanente de Extensão UnB Idiomas (2009-2014). Pesquisador dos Grupos CNPq FORPROLL e GIEL, membro da Associação Brasileira de Linguística (ABRALIN), da Associação de Linguística Aplicada do Brasil (ALAB) e da Associação de Professores de Francês do Distrito Federal (APFDF). Professor de Educação Básica na Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal - SEEDF (2014), ministrando aulas de francês língua estrangeira (FLE) no Centro Interescolar de Línguas de Sobradinho - CILSob/DF (2014-2015). Diretor fundador do Centro Interescolar de Línguas 01 do Paranoá (CIL Paranoá) de 2016 a 2017, pela mesma Secretaria. Tendo a Didática de Línguas, os Estudos sobre Oralidade em Língua Estrangeira, Teorias Curriculares, Ensino e aprendizagem de LE/L2, Práticas de Leitura, os Estudos sobre Gêneros Discursivos/Textuais, os (Multi)Letramentos e Transculturalidade em ambientes de ensino-aprendizagem, bem como a Formação de Professores como norteadoras das atividades e interesses de pesquisa e ensino em perspectiva transdisciplinar com a Linguística, a Linguística Aplicada (Crítica), a Literatura, a Educação e ciências afins.

Referências

CARDOSO, Z. A. Iniciação ao Latim. 4. ed. São Paulo: Ática, 1999.
CARVALHO, D. G.; NASCIMENTO, M. Gramática Histórica. 14. ed. São Paulo: Ática, 1984.
CONCESSO, J. F.S. Latim, Primeiros Passos. 3. ed. Brasília: Ser, 2006.
FOGAÇA, F. C.; GIMENEZ, T. N. O ensino de línguas estrangeiras e a sociedade. Universidade Estadual de Londrina. EdUEL, 2007. Disponível em: Acesso em: 4 jun. 2016.
GARCIA, J. M. Introdução à Teoria e Prática do Latim. 2. ed. Brasília: UnB, 2000.
HOLLANDA, S. B. (Org.). História da Civilização. 1. ed. São Paulo: Nacional, 1975.
KREBS, C. B. A most dangerous book: Tacitus’s Germania from the Roman Empire to the third Reich. Norton Company, Boston, 2011.
MARTIN, M. M. O Latim Imortal III. S/L., 2005. Disponível em: Acesso em: 4 jun. 2017.
MIOTTI, C. M. O ensino de latim nas universidades públicas do estado de São Paulo e o método inglês Reading Latin: um estudo de caso. 145f. Dissertação de Mestrado (Mestrado em Linguística), PPGL/UNICAMP, 2006. Disponível em: Acesso em: 4 jun. 2017.
PITOL, M. C. Latim na ponta da língua. S/L., 2005. Disponível em: Acesso em: 4 jun. 2017.
QUESADA, M. Curso de Civilización Española. 2. ed. Monocomp: Madrid, 1987.
RONAI, P. Gradus Primus. Editora Cultrix: São Paulo, 1986a.
____. Gradus Secundus. Editora Cultrix: São Paulo, 1986b.
____. Não Perca o Latim. Editora Nova Fronteira: Rio de Janeiro,1984.
RUSSEEL, B. História do Pensamento Ocidental. Tradução: Laura Alves e Aurélio Rebello. Ediouro. Rio de Janeiro, 2003.
WILLIAMS, E. B. Do Latim ao Português - Fonologia e Morfologia Históricas da Língua Portuguesa. 2. ed. Instituto Nacional do Livro. Ministério da Educação e Cultura: Rio de Janeiro, 1973.
Publicado
2018-06-30
Como Citar
LÁSCAR-ALARCÓN, Yéris Gerardo; SILVA, Eduardo Dias da. LATIM: ONTEM, HOJE E SEMPRE. HON NO MUSHI - ESTUDOS MULTIDISCIPLINARES JAPONESES - ISSN 2526-3846, [S.l.], v. 3, n. 4, p. 31-50, jun. 2018. ISSN 2526-3846. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/HonNoMushi/article/view/4424>. Acesso em: 16 out. 2018.