A CONDIÇÃO FEMININA EM O MULATO, DE ALUÍSIO AZEVEDO

  • Emilia Tainá dos Santos Rocha Universidade Federal do Amazonas
  • Taleessa Regina Silva Universidade Federal do Amazonas
  • Adriana Aguiar

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar a condição feminina na obra. Optou-se pelo levantamento bibliográfico de obras com abordagem histórica, com ênfase nos de autoria da brasileira Mary Del Priore, da teórica indiana Gayatri Spivak e do livro acima citado, de Aluísio Azevedo. Ambas teorias remetem  ao colonialismo e ao pós-colonialismo, no primeiro retratando a sociedade brasileira e no segundo as relações de poder do primeiro mundo em relação ao terceiro mundo. O que nos faz refletir sobre o tratamento e condição dada às mulheres, visto as mudanças no modo de viver da classe burguesa do Brasil e no resto do mundo. Para a associação com a obra, foi observada constante inferiorização e dependência das personagens mulheres em relação aos homens, comportamento este que é fruto de uma sociedade patriarcal escravocrata. Dada a relevância do tema e a permanência do comportamento observado, os estudos e discussões sobre a temática tornam-se cada vez mais importantes.

Referências

AGASSIZ, Luiz;AGASSIZ, Elizabeth Cary apud PESSOA, Marília Monteiro. A posição da mulher no Brasil do século XIX. Revista do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Pernambuco, Pernambuco, n.04, p.88,1981.

ARRUFOS. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: . Acesso em 26 de Fev. 2018.

AZEVEDO, Aluísio. O mulato. 2ª ed. São Paulo: Martin Claret, 2010.

CUNHA, Washington Dener dos Santos Cunha; SILVA, Rosemaria J. Vieira. Gênero –Revista do Núcleo Transdisciplinar de Estudos de Gênero –NUTEG do Programa de Estudos Pós-Graduados em Política Social (UERJ-Universidade do Estado do Rio de Janeiro),Rio de Janeiro,n.11,p.97,2010.

D’INCÃO. Maria Ângela. Mulher e família burguesa. In PRIORE, Mary Del (org). História das Mulheres no Brasil. São Paulo: Contexto,2001, p.223-240.

DEL PRIORE, Mary. A História das mulheres no Brasil. 5ª ed. São Paulo: Contexto, 2001

DEL PRIORE, Mary. A História do Amor no Brasil. 2ª ed. São Paulo: Contexto, 2006.

DEL PRIORE, Mary. A mulher na história do Brasil. 4ª ed. São Paulo: Contexto, 1994

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo Aurélio Século XXI: o dicionário da língua portuguesa.3ª ed. Rio de Janeiro:Nova Fronteira,1999.

FREYRE, Gilberto. Sobrados e Mucambos.1ª ed.online. São Paulo:Global,2013.
MONTEIRO, Marília Pessoa. A posição da mulher no Brasil do século XIX. Clio- Revista do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Pernambuco, Pernambuco, n.04, p.88,1981.

SCHWARZ, Roberto. As ideias fora do lugar. IN ______, . Ao vencedor as batatas: forma literária e processo social nos inícios do romance brasileiro. São Paulo: Duas Cidades, 2000, p.11-31.

SPIVAK, Gayatri Chakravorty. Pode o subalterno falar? 1. ed. Trad. Sandra Regina Goulart Almeida; Marcos Pereira Feitosa; André Pereira. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2010.
Publicado
2018-06-01
Como Citar
DOS SANTOS ROCHA, Emilia Tainá; SILVA, Taleessa Regina; AGUIAR, Adriana. A CONDIÇÃO FEMININA EM O MULATO, DE ALUÍSIO AZEVEDO. Revista Decifrar, [S.l.], v. 6, n. 11, p. 85-95, jun. 2018. ISSN 2318-2229. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/Decifrar/article/view/4323>. Acesso em: 16 dez. 2018. doi: https://doi.org/10.29281/rd.v6i11.4323.

Artigos mais lidos do mesmo autor

Obs.: Este plugin requer ao menos um plugin ou relatório de estatísticas para funcionar. Se seus plugins de estatísticas trabalham com mais de uma métrica, por favor selecione uma métrica principal na página de configuração disponível no painel do Administrador e/ou do Gerente do portal.