ENTRE O VERBAL E O NÃO VERBAL: NATUREZA E EROTISMO NA POESIA DE LUIZ BACELLAR E NA FOTOGRAFIA DE NORMANDY LITAIFF.

  • Lucas Freitas Cabral Neto SEDUC
  • Adriana Aguiar

Resumo

Os termos, sexo, amor e erotismo, apesar de estarem intrinsicamente relacionados, são conceitualmente distintos entre si. Partindo das definições de erotismo estabelecidas por Octavio Paz e Bataille, este artigo tem como objetivo uma análise intersemiótica da poesia de Luiz Bacellar, e das fotografias de Normandy Litaiff. Com a análise das obras de Litaiff e Bacellar, percebemos que, apesar de serem distintas, elas abordam o erótico com uma nova perspectiva: o ícone estático, tanto das frutas amazônicas e da natureza morta, passa a receber um novo signo erotizado.


 


Palavras-chave: Poesia; Fotografia; Erotismo; Bacellar; Litaiff.

Publicado
2018-09-13
Como Citar
FREITAS CABRAL NETO, Lucas; AGUIAR, Adriana. ENTRE O VERBAL E O NÃO VERBAL: NATUREZA E EROTISMO NA POESIA DE LUIZ BACELLAR E NA FOTOGRAFIA DE NORMANDY LITAIFF.. Revista Decifrar, [S.l.], v. 6, n. 11, p. 256-269, set. 2018. ISSN 2318-2229. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/Decifrar/article/view/4228>. Acesso em: 17 dez. 2018. doi: https://doi.org/10.29281/rd.v6i11.4228.

Artigos mais lidos do mesmo autor

Obs.: Este plugin requer ao menos um plugin ou relatório de estatísticas para funcionar. Se seus plugins de estatísticas trabalham com mais de uma métrica, por favor selecione uma métrica principal na página de configuração disponível no painel do Administrador e/ou do Gerente do portal.