Chamada para o Dossiê: Fronteiras, trabalho e etnicidade.

2018-12-30

Revista Canoa do Tempo

Dossiê: Fronteiras, trabalho e etnicidade

Programa de Pós-graduação em História – UFAM

Dezembro/2018

 

Antonio Alexandre Isidio Cardoso – UFMA

Eurípedes Antônio Funes - UFC

“A fronteira é sempre princípio e final, ponto de chegada e de partida, âmbito do cotidiano e do desconhecido, geradora de medos e desconfianças, espelho e escudo, eterna contradição de um ser que necessita dos Outros, ao mesmo tempo em que necessita se diferenciar para continuar sendo essencialmente humano (Valcuende, Funes, et.al. 2009, p.19)”. Os jogos de sentido da ideia de fronteira tem íntima relação com os desafios de alteridade estabelecidos nos (des)encontros entre sociedades estranhas, que criam e diferenciam culturas, interferindo no espaço, estabelecendo novas territorialidades. A Amazônia foi palco de inúmeras experiências de fronteira, em grande medida resultantes dos avanços coloniais sobre terras indígenas, que marcaram e continuam marcando as paisagens ameríndias de florestas, rios e cidades. Com abrangência transnacional, persiste a conformação de frentes de expansão, fluxos migratórios, formas coercitivas de exploração de trabalhadores, usurpação de terras de uso tradicional, destruição sistemática de recursos naturais e culturas locais. Trata-se de um fenômeno global, vinculado as já conhecidas facetas do capitalismo monopolista, que apresenta suas intenções de forma mais nítida em áreas devassadas por novas roupagens colonialistas. Portanto, a Revista Canoa do Tempo, periódico do PPHIST-UFAM, abre chamada para o Dossiê Fronteiras, Trabalho e Etnicidade, com o objetivo de congregar pesquisadores e pesquisadoras que discutam problemáticas de fronteira nos seus mais diversos sentidos. Para além das questões clássicas que envolvem limites territoriais entre Estados Nação, o dossiê também aceitará contribuições que denotem as variadas camadas de sentido da categoria fronteira, especialmente em suas imbricações com os mundos do trabalho, suas dimensões étnicas e desafios de alteridade.

Citação do início da chamada:

VACUENDE, José Maria; FUNES, Eurípedes Antônio; (et.al.) História e Memória das três fronteiras: Brasil, Peru e Bolívia. São Paulo: EDUC, 2009. p.19.

Data limite para envio - 06.05.2019