PREVALÊNCIA DE LESÕES EM PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO EM ACADEMIAS DO MUNICÍPIO DE MORADA NOVA/CE

  • Ethel Machergiany Silva Soares NEIDA-FEFF-UFAM
  • Keuvia Mirlandya Alves da Silva

Resumo

A prática de exercícios físicos vem sendo cada vez mais mencionada como um dos componentes mais importantes para quem almeja uma melhor qualidade de vida. Dia a dia, homens e mulheres de diversas faixas etárias, demonstram interesse em exercitarem-se. Aliado aos benefícios que a prática regular de exercícios físicos proporciona, a musculação vem ganhando cada vez mais espaço, sendo cada vez mais procurada por pessoas que objetivam exercitarem-se, reabilitarem-se, combater o sedentarismo, etc. Diante deste contexto, a pesquisa teve como objetivo geral verificar a prevalência de lesões nos praticantes de musculação das academias do município de Morada Nova/CE, e como objetivos específicos, identificar se há relatos de lesões por parte dos praticantes, verificar se os mesmos seguem um programa de treinamento orientado por um profissional de Educação Física, comprar a prevalência de lesões entre os gêneros e identificar os segmentos corporais mais lesionados. A amostra constituiu-se de 80 praticantes de musculação. Pode-se contatar que 20 praticantes (25,0%) afirmaram possuir algum tipo de lesão corporal. Destes, 10 (50,0%) eram do sexo masculino e 10 (50,0%) do sexo feminino, não havendo, portanto, prevalência de lesões por conta do gênero. 59 participantes (73,8%) disseram seguir um programa de treinamento, enquanto 20 (26,2%) afirmaram não seguir nenhum programa. O joelho foi o segmento corporal mais frequentemente citado (45,0%), seguido de ombro (25,0%), tornozelo (10,0%), coluna (10,0%) e quadríceps, sendo este último (5,0%) na porção anterior e (5,0%) na porção posterior. O estudo serviu para observar que há possibilidade de surgimento de lesões consequentes de exercícios mal executados, sem o seguir um programa de treinamento e orientação de um profissional de Educação Física. Se faz necessário futuras pesquisas, principalmente no que diz respeito ao desenvolvimento de estratégias para prevenir o acometimento dessas lesões.


 

Publicado
2018-05-02
Como Citar
SILVA SOARES, Ethel Machergiany; ALVES DA SILVA, Keuvia Mirlandya. PREVALÊNCIA DE LESÕES EM PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO EM ACADEMIAS DO MUNICÍPIO DE MORADA NOVA/CE. BIUS -Boletim Informativo Unimotrisaúde em Sociogerontologia, [S.l.], v. 9, n. 1, p. 67-78, maio 2018. ISSN 2176-9141. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/BIUS/article/view/4464>. Acesso em: 20 nov. 2018.